Acesse nosso portal
   

A preocupação com a própria aparência é algo que faz parte da vida das mulheres e, também, dos homens. Por isso, procedimentos estéticos são cada vez mais procurados e o mercado de trabalho é promissor. Mas será que a graduação em Estética e Cosmética é destinada a todos os públicos?


A resposta é sim. De fato, é bem mais comum encontrar mulheres esteticistas, tanto entre os profissionais já formados quanto nas salas de aula. Mas isso não significa que homens não possam buscar a carreira.


Continue a leitura do post e conheça mais sobre a realidade e as perspectivas da profissão!

Para quem é a graduação em Estética e Cosmética

O profissional de Estética e Cosmética é alguém que entende que, ainda que a beleza venha de dentro, é importante para as pessoas encontrar meios de fazer com que ela se reflita por fora.


Mais do que isso, a graduação na área é destinada para quem sabe que, mais do que corresponder a qualquer padrão estético, o cuidado com o cabelo, rosto e corpo está relacionado, também, à manutenção da saúde e ao bem-estar.


Assim sendo, o curso é para quem deseja se capacitar para a realização de procedimentos e tratamentos que contribuam para melhorar a relação das pessoas com elas mesmas, sempre de forma segura e saudável.

Existem homens esteticistas? As possibilidades de atuação profissional

O que vem à sua mente quando o assunto é estética? No dia a dia, muitos estão habituados a relacionar o conceito e a atividade aos salões de beleza e às clínicas de spa. Naturalmente, o público desses lugares é predominantemente feminino e, também por isso, é comum pensar que a profissão só tenha espaço para mulheres.


A realidade, porém, é outra. O profissional de Estética e Cosmética atua com estética facial e corporal (realizando procedimentos como peeling e massagens), maquiagem, terapia capilar e visagismo e podologia. Tendo em mente essas possibilidades, já é possível entender que os homens também têm seu espaço, tanto como clientes quanto como esteticistas.


Para esclarecer ainda mais a questão, vale mencionar que o esteticista pode, ainda, atuar junto a dermatologistas e cirurgiões. A aplicação de técnicas e tratamentos contribui para a recuperação e potencializam resultados tanto de procedimentos estéticos quanto de intervenções realizadas por questões de saúde.

Porque vale a pena buscar essa graduação

Muitos dos procedimentos estéticos não demandam profissionais que tenham curso superior. Assim sendo, existem muitos técnicos disputando espaço num mercado cada vez mais exigente.


Por isso, aumentar o nível de qualificação por meio de uma graduação em Estética e Cosmética dá ao profissional condições de conquistar as melhores oportunidades.


O mercado de estética está sempre se expandindo, modificando e aumentando o nível de exigência. Afinal, novos tratamentos e tendências estéticas surgem com frequência e cuidar da beleza dos outros é uma tarefa que precisa ser levada à sério. Então, quanto mais preparado é o profissional, mais chances ele tem de conseguir acompanhar as novidades, oferecer um serviço de qualidade, conquistar a fidelidade dos clientes e construir uma carreira de sucesso.


A média salarial para o esteticista recém-formado no país gira em torno de R$1.500. Mas as possibilidades de crescimento tornam a profissão mais atraente. Ao longo da carreira, o ganho mensal pode ultrapassar os R$8.000 e pode ser ainda maior para aqueles que investem na abertura do próprio negócio.


Acha que a graduação em Estética e Cosmética é para você? Saiba mais sobre o curso oferecido pela UNIT e venha estudar com a gente!

 

Vestibular 2018.1

Tópicos: universidade

Vitor Luz

Escrito por Vitor Luz

Recent Posts